Único como ela!

Em vez disso, ela está focada em projetos mais maduros, como sua mega sussedida Wonder World Tour, um show que ela ajudou a criar e que é, ela diz: “feita para pessoas que eu mais respeito – garotas da minha idade”. Ela acabou de terminar de gravar seu primeiro filme dramático A Última Música (The Last Song), um filme baseado no livro de Nicholas Sparks, que será lançado dia 2 de Abril (nos Estados Unidos). (Ela também vêm passando um bom tempo com seu colega de elenco Liam Hemsworth.) Ela também criou uma linha de roupas para o Walmart chamada Miley Cyrus & Mas Azria, com o designer Max Azria. Os dias de líder de torcida acabaram para Miley, e eles foram substituídos por uma alegria mais autêntica.
Assim como sua atitute se tornou mais auto-confiante, seu estilo também. Miley têm um estilo próprio confiante, seja um vestido de camadas prateadas no Oscar ou uma mini saia roqueira no Teen Choice Awards. É por isso que ela é a Estrela Estilosa Do Ano da Seventeen. Miley sentou com a Seventeen para conversar sobre o segredo de seu estilo, seus planos pós-Hannah Montana e como ela está finalmente vivendo sua vida do seu jeito.

17: O que você acha que faz seu estilo ser único?
Miley Cyrus: Eu gosto de tudo que vai contra aquilo que está na moda. É muito mais legal quando você acha algo que é mais único. Eu amo achar coisas legais em lojas mais baratas, como brincos antigos. É mais divertido poder falar que algo custou dois dólares do que $200. Eu tenho um chapéu de caminhoneiro de uma loja do exército que todo mundo sempre me pergunta se é um Gucci, e eu digo: “Não!”. Eu adoro que ele é único.

17: Você acha que o seu estilo mudou nesse último ano?
MC: Definitivamente. Eu passei por uma fase que eu tirei tudo de colorido de meu armário e eu literalmente vestia tudo preto. Eu costumava usar minhas botas militares com jeans preto e com uma camiseta preta. Eu olho pra trás e penso, ‘Cara, está no meio do verão em L.A., você parece maluca! Minhas roupas deveriam ter sido mais alegres!’ Eu continuo não sendo uma grande fã de cores, mas eu realmente gosto de detalhes coloridos para combinar. Eu gosto de acessórios neons, ou eu usarei meu próprio jeans de oncinha vermelha de Miley & Max com alguma coisa básico. E eu adoro muitas e muitas jóias. Eu tenho minha orelha e meu nariz perfurados, e eu estou sempre com milhares de pulseiras.

17: Como você se inspira? Você olha o que as outras celebridades estão se vestindo?
MC: Eu vejo nas revistas e recorto fotos e as penduro. É mais fácil para mim me arrumar se eu estiver sentindo algo – OK, eu realmente gosto do estilo daquela pessoa. Como eu posso fazê-lo tornar-se meu estilo? Eu amo o estilo da Ashlee Simpson e da Nicole Richie!

17: E sobre seu estilo para sua turnê? É a primeira sem ter que ser Hannah Montana.
MC: Está sendo uma grande mudança para mim. Meu estilo é um pouco mais diferente. E quando eu fui para a turnê, eu fiquei ‘Eu vou ter que usar o short de couro! Eu vou ter que usar coisas rasgadas!’ Eu não queria que fosse um show aonde os pais tivessem que cobrir os olhos de seus filhos, mas eu queria que fosse sexy e divertido.

17: Você também fez seu primeiro filme não-Hannah Montana, The Last Song. Como foi?
MC: Foi o melhor momento que eu já tive em minha vida. E eu sinto que não sou a mesma desde que deixei o set. Enquanto eu estava lá, não tinha pessoas em minha volta o tempo todo tentando descobrir quem eu sou e o que eu estou fazendo. Eu não estava tentando ser ninguém além de mim. Eu ficava de shorts, com a parte de cima do biquini, correndo por lá, me divertindo. Depois do trabalho, nós íamos escutar algumas bandas tocar ou íamos comer pés de carangueijos e camarão sentados no lago. E pela primeira vez, eu saia e dançava quando eu queria e cantava porque eu amo isso. Nós íamos a esses lugares divertidos com karaoke, e cantávamos “She’s My Cherry Pie” e “I Love Rock ‘N Roll”. Depois eu andava de Jet Ski com Liam desde de manhã até a hora do jantar e nos divertíamos o dia todo. Eu fui embora disso com um grande amigo.

17: Por que Liam é tão especial para você?
MC: Eu nunca me dei tão bem com alguém assim. Eu estava um pouco ansiosa para fazer esse filme; eu queria que tudo saísse perfeito. Ir ao set e me sentir insegura era uma coisa totalmente nova para mim. Mas ele se sentia do mesmo jeito. Ele admitiu sua insegurança, e era muito bom ter alguém que te entendesse.

17: É difícil admitir quando você está se sentindo insegura?
MC: Não é difícil para mim admitir que eu me sinto insegura, mas algumas vezes você tem que ter alguém que se sinta da mesma maneira para perceber que é realmente isso que está sentindo. Liam diz que eu tenho um ‘capa-
cete de guerra’. Você o põe quando está sentindo insegura ou com medo – você está pronta para batalhar por causa de algo que você sente no seu interior.

17: O que você está sentindo em seu interior?
MC: Eu acho que eu era uma criança tentando provar que eu não era mais uma criança, quando eu realmente precisava me sentir confortável com quem eu era, e me permitir crescer, ao invés de tentar ser alguém que não sou. E eu acho que eu realmente me tornei essa pessoa.

17: Deve ter muita pressão em ser alguém que as pessoas esperam que você seja.
MC: Eu acho que a parte mais difícil para qualquer um em meu lugar, é quando você passa por um lugar aonde nunca esteve antes, e as pessoas imediatamente a julgam. Elas dizem: “Ela é muito mais bonita do que eu pensava” ou “Ela não é tão bonita em pessoa”. Elas têm uma ideia pré-concedida de você, e eles te examinam pra ver se você é aquilo que eles achavam. Mas Liam realmente não sabia quem eu era! Ele não conhecia minha atuação ou minha música, e era bom saber que ele não tinha uma ideia pré-concedida de mim.

17: Parece que você mudou neste verão.
MC: Sim, e Liam foi uma grande parte disso. Tudo o que você quer é que uma pessoa diga: ‘Você fez um bom trabalho hoje’. Ou ‘Você está muito bonita’, ou ‘Eu realmente fiquei comovido com aquilo’. Você só quer que uma pessoa se sinta bem sobre o que você está fazendo.

17: Vocês estão oficialmente namorando?
MC: É um saco quando sua vida pessoal se torna pública. Então, eu estou procurando maneiras de tornar mais minha vida pessoal e privada mais a minha vida – o que é uma das razões por eu ter deletado o meu Twitter. Nós decidimos que não importa o tipo de relação que tenhamos, sempre vamos mantê-la bem aberta. Em primeiro lugar, nós somos melhores amigos, então e isso que eu falo para as pessoas o tempo todo.

17: Você tem um grupo de melhores amigas?
MC: Eu só não convivo tanto com garotas quanto com garotos. Eu não sou uma pessoa sensível. Mas eu me sinto como se eu tivesse começado a aprender como ser um pouquinho mais sensível. Eu acho que é legal poder ser mais gentil com as pessoas.

17: Você acha que tem que ser forte para ter sucesso em Hollywood?
MC: Eu realmente acho que tem que ser forte, saber o que quer, e saber que seu sonho é forte o suficiente para você poder fazer isso.

17: Você sempre deixa as pessoas verem seu lado sensível?
MC: Eu sou um pouquinho firme, e eu acho que isso pode ser difícil as vezes. Eu sempre estou com meu ‘capacete de guerra’. Mas eu sou bem aberta com meus sentimentos, e eu vou chorar por um longo tempo. E ninguém quer ver isso. Quando eu fico realmente triste, as pessoas sabem que é sério.

17: Quem a ajuda quando você está mal?
MC: Eu realmente odeio conselheiros – quando as pessoas ficam: “Me conte o seu problema! É assim que vamos resolvê-lo!”. Eu prefiro trabalhar com isso, ter alguém que converse sobre isso comigo, me faça relaxar, e me dê tempo para eu pensar emocionalmente sobre isso. Depois vamos realmente resolver o problema. É isso que eu tenho com as minhas amigas mais próximas, Demi [Lovato], Liam e Ashley Tisdale.

17: Eles devem ser realmente muito importantes para você.
MC: É bom ter amigos com quem eu posso trabalhar os meus problemas. E eu preciso de amigos. Eu não tenho muito tudo isso só pra mim. Eu divido uma turnê com meu irmão, eu divido um programa de tevê com meu pai, e minha empresária é minha mãe.

17: Há alguém em cuja carreia você se inspira?
MC: Eu quero ser como a Beyoncé. Ela é uma mulher perfeita. Você olha para ela e não pensa, eu imagino como é sua vida pessoal. Você olha pra ela e pensa: ‘Ela no palco é uma superstar’. Você não se importa com mais nada, só com sua música. Então eu espero que assim eu possa ser no meu futuro.

Estilista: Lara Backmender. Cabelo: Chris McMillan por Soloartists.com. Maquiagem: Kate Lee por Chanel at The Magnet Agency. Manicure: Jenna Hipp por Orly/Celestineagency.com. Estilista de Apoio: Ed Murphy por Art Worlks Hollywood, Inc.


Leia também a matéria completa e traduzida da revista Seventeen no formato idêntico ao original, na MMagazine. Para isso clique aqui ou na imagem acima.




Top